terça-feira, 24 de abril de 2012

Hospital em Belford Roxo é reinaugurado com obra inacabada e falta de médicos.

  A população de Belford Roxo esperava ansiosa há mais de um ano pelo Hospital Municipal Jorge Júlio Costa dos Santos novinho em folha, com dois centros cirúrgicos e um setor de emergência cardiovascular. A promessa da prefeitura era de que, após um ano de obras com a emergência fechada, a unidade seria reinaugurada em dezembro. A data mudou para fevereiro, mas a entrega só ocorreu em março, com a reforma não concluída e falta de médicos.
“A gente chega aqui, não é atendido, mandam procurar as UPAs de Bom Pastor ou do Lote 15. Semana passada, cheguei ao hospital às 3h com minha filha, que estava com falta de ar, passando muito mal. Ficamos lá até 6h, até que o enfermeiro avisou que não tinha médico, era para procurar a UPA. É um descaso, depois de tantas promessas de entregar hospital melhor”, reclama a dona de casa Léa Silva de Araújo, 66.


Enquanto o diretor-médico, Reinaldo Lopes, dizia na quinta-feira que a unidade não recusa pacientes, Vânia Câmara saía do hospital com perna quebrada, aconselhada a procurar UPA: não há ortopedista.

A secretária Mirlene de Jesus Santana, 24, conta que também procurou atendimento na unidade há uma semana, durante a madrugada, e não foi atendida. “Estou com suspeita de gravidez e tenho crises de pressão alta. Cheguei no hospital carregada pelo meu namorado, e nem perguntaram meu problema. De manhã chegou o médico, mas não me atendeu, disse que lá não tinha condições. E me orientou a ir à UPA. É revoltante”, queixa-se.

Visita em vão

A diarista Ernestina Marcia dos Santos, 56, relata que tentou consulta com o ortopedista na quinta-feira à tarde para o filho, William, 14, que estava com suspeita de fratura no braço após uma queda, e não conseguiu. “Disseram que só haveria ortopedista à noite. E o menino vai ficar com dor, sofrendo? O jeito é gastar duas passagens e ir ao Hospital de Saracuruna ou ao Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, em Caxias”.

Até o fechamento desta edição, a prefeitura não conseguira localizar um porta-voz para explicar a situação.

Com dor e sem atendimento

O DIA acompanhou o atendimento na emergência do Hospital Jorge Júlio Costa dos Santos, quinta-feira. À tarde, havia cerca de 20 pessoas esperando para preencher ficha na triagem. O diretor-médico, Reinaldo Lopes, disse que a reforma ainda incompleta — falta concluir o setor de pediatria e o centro cirúrgico — não atrapalha. “São realizados 400 atendimentos por dia. Ninguém sai sem ser atendido”, destacou.

Enquanto ele dava a explicação, às 14h, a dona de casa Vânia Câmara, 37, chegou com fratura na perna direita. Mas não havia ortopedista. “Disseram que ele só estaria à noite. O pior é que mandaram procurar a UPA de Bom Pastor, mas passamos lá antes e não tinha médico. Vamos a o Hospital Municipal Moacyr Rodrigues do Carmo, em Caxias. Isso aqui foi uma reabertura de fachada”, reclamou Cláudio Serafim Santana, amigo de Vânia.

Fonte: Jornal o dia

10 comentários:

  1. Isto está sendo uma vergonha para o Município de Belford roxo, Tanto para os pacientes, quanto para os funcionários do hospital que estão trabalhando sobre pressão da nova Direção...
    Sendo vigiados 24 horas por olheiros, não tendo lugar nem pros mesmos descançarem, com poucos funcipnários e uma sobrecarga imensa...
    É uma pouca vergonha para o município, muita podridão dentro de um mmunicípio só...
    O hospital não possui leito suficiente para atender a grande demanada, sem ambulância, sem macas, cadeiras, tem chego médicos, mas os mesmo não duram nem 24hs...
    E sem contar o NEPOTISMO, só dá familiar do novo diretor.
    Não podemos deixar isso acontecer, nós sofremos com essa situação, tanto os pacientes, quanto os funcionários...
    Vamos dar um basta neste absurdo, isso é REVOLTANTE...
    E como está sendo dito na postagem por uma paciente, realmente isso foi uma abertura de fachada, é só pra calar a boca do povo...
    Vamos Juntos nesta luta, todos contra esse absurdo, vamos colocar a boca no trombone!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU NA VERDADE NÃO QUERO SABER QUEM ESTA NA DIRETORIA OU NÃO, QRO É CHEGAR NO LOCAL DE PRONTO ATENDIMENTO E SER ATENDIDA! POIS PAGO MEUS IMPOSTOS EM DIA. SÓ ACHO ESTRANHO QUE ALGUMAS PESSOAS DO BLOG DIZ Q NINGUÉM TRABALHA POR LA E VC ESTA DIZENDO QUE OS FUNCIONARIOS RALAM DIRETO SEM DESCANSO! NA REALIDADE TEM PROFISSIONAIS Q NÃO QUER TRABALHAR, É COMO FAZER PLANTÃO A NOITE SOMENTE P IR DORMIR NO HOSPITAL! ISTO NÃO EXISTE!!! TEM QUE SUAR A CAMISA MESMO MINHA GENTE

      Excluir
  2. quero colocar tambémminha indignação a respeito da nova direção do hospital do Joca. O Dr Reinaldo Lopes, novo diretor do hospial levou sua familia para reinar no municipio. Sua esposa, senhora Paricia sentada à mesa da diretoria comanda o hospital. Sua cunhada que se digne tecnica de enfermagem manda e dismanda nos profissionais e ainda leva sua filha "bruna" que mal entrou para faculdade de enfermagem ja esta dentro do hospital trabalhando, colocando em risco a vida de muitos pacientes.E sem contar com a nova coordenaçaõ de enfermagem que impera dentro do hospital vigiando todos os funcionarios. Há também pessoas no administrativo, recepção e supervisão vindasjunto com o novo diretor, onde monitoram 24 h os funcionarios que por sobre pressao trabalham sofrido em prol da convalescencia dos usuarios do sistema. Queremos auditoria já e retirar da direção do nosso JOCA esse pessoal que vêm de outro municipio para forjar um atendimento no hospital que não há. POR FAVOR ALGUEM AJUDA A DENUNCIAR AO MINISTERIO PUBLICO. COREN, SINDICATOS E AO GOVERNO FEDERAL, URGENTE!

    ResponderExcluir
  3. De fato a situação da administração do hospital de Belford Roxo esta uma vergonha, pois o seu diretor Dr Reinaldo Gripp esta sendo indiciado na máfia das ambulâncias dentre outras falcatruas e ainda assim o nosso prefeito o convida a fazer parte da administração pública. Será que o nosso prefeito é ingênuo ou tem ALGUM ESQUEMA junto com ele.

    ResponderExcluir
  4. Ao entrar no hospital vemos imagens e quadros de entidades religiosas, coisa que não pode mais por ser um local público, ou então vou querer também colocar um quadro do HANUMÃ deus macaco ou GANESH deus elefante, ambos do Hinduísmo.

    ResponderExcluir
  5. O diretor Dr Reinaldo Gripp, não veio sozinho pra "administrar" o hospital do Joca, veio com ele mais de 20 funcionários entre recepcionistas, enfermeiros,etc sem contar sua esposa Patricia que é super autoritária e mal educada destratando os funcionários antigos que trabalham no hospital. todas as pessoas que fizeram contrato para trabalhar na emergência perderam sua vaga para a equipe do novo diretor.

    ResponderExcluir
  6. Vale ressaltar que toda a equipe do Dr. Reinaldo não foram nomeados a nada e estão manuseando documentos públicos como folha de ponto e boletins de atendimento.

    ResponderExcluir
  7. Esse sanguessuga Dr. Reinaldo Lopes esta acabando com a nossa saúde publica de Belford Roxo, fazendo nepotismo no hospital do jocA que esta cheio de funcionários que sao de sua família. O lugar nao tem infraestrutura, falta médicos, e ainda fiquei sabendo que os poucos que tinha ele mandou embora. Disseram também que tem falsos médicos estudantes de medicina. Ou o Rolim tira esse sanguessuga ou vai afundar mais ainda o jocA e sua candidatura.

    ResponderExcluir
  8. o hospital do joca é o único orgão publico que existe o cargo de esposa de diretor , ocupado pela senhora patricia, esposa do atual diretor. se liga prefeito!

    ResponderExcluir
  9. eu sou mãe de uma paciente do dr. Reynaldo que foi operada de ligadura em novembro de 2011 e hoje estar grávida ,porra estou indignada com isso pois minha filha já tinha feito 4 cesárias dos filhos dela e ele nos enganou , vou correr atrás para ver o que ele vai disser.

    ResponderExcluir