domingo, 17 de fevereiro de 2013

Cabral vem a Belford Roxo para Inaugurar Escola Estadual.


Na próxima segunda-feira(18) o Governador do estado do Rio de Janeiro Sergio Cabral Filho, estará presente em Belford Roxo, para a inauguração da Escola Estadual Santa Tereza, localizada no bairro de mesmo nome.
Os 600  alunos desta nova unidade de ensino, terão à disposição, salas climatizadas, uma ampla quadra poliesportiva entre outros benefícios.
Nova Fachada "Colégio Estadual Santa Tereza".

A cerimônia oficial está marcada para às 9:00 horas, estarão presente além  do Governador, o prefeito de Belford Roxo Dennis Dauttmam, secretário Municipal de Educação Douglas da ACR, entre outras autoridades Municipais e Estaduais.   









No ano de 2010 o jornal extra relatou as dificuldades dos alunos desta mesma escola para estudarem.
Em Belford Roxo, alunos têm aulas na quadra de esporte em salas improvisadas, há quatro anosPara os 568 alunos do Colégio Estadual Santa Tereza, em Belford Roxo, a hora do lazer e do esporte não difere muito das aulas convencionais. As atividades são feitas dentro de sala. Desde 2007, os adolescentes estudam em salas de aula improvisadas com divisórias, na quadra de esportes, enquanto a nova construção é erguida, há quatro anos, no espaço em frente.
Devido à falta de um lugar apropriado para a prática de esportes, as aulas de Educação Física são realizadas dentro de sala.
— Chegamos a fazer no campo fora da escola, mas um aluno virou o pé e a professora não quis mais — contou a aluna do 8º ano, Jéssica Pacheco de Souza, de 14 anos, que desenvolveu uma bronquite asmática por causa da poeira que vem da obra.

Ameaça
No recreio, alunos se aglomeram num pequeno espaço em frente ao portão de saída. A refeição é preparada num compartimento próximo a uma lixeira e servida, segundo os alunos, dentro de uma das salas. Panelas com comidas são dispostas sobre mesas escolares.


A situação já foi denunciada em agosto de 2010 pelo EXTRA. Na época, a obra estava paralisada. Após a reportagem, foram instalados aparelhos de ar-condicionado nas salas improvisadas. No entanto, as obras só foram reiniciadas na semana passada.

Segundo a comerciante Alessandra Pacheco, de 33 anos, mãe da aluna Jéssica, os pais que deram entrevistas foram repreendidos pela diretora, Vilma de Barros.

— Ela chamou as mães e disse que não era para darmos entrevistas. Mas é complicado.

A diretora Vilma de Barros negou que tenha repreendido os pais. Sobre as aulas de Educação Física, ela disse que são realizadas fora de sala, mas num espaço que não é o adequado.

A Secretaria estadual de Educação informou que, no decorrer das obras do prédio do colégio, foi verificada a necessidade de uma nova licitação para complementação de serviços indispensáveis à unidade escolar. Após o período de análise do processo pelo TCE, a licitação foi autorizada. A obra foi retomada há duas semanas e o prazo para conclusão é de 180 dias. Com referência a possíveis irregularidades no fornecimento de merenda, a Coordenação de Alimentação Escolar fará uma visita ao colégio para verificar e tomar as providências cabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário