domingo, 8 de dezembro de 2013

Belford Roxo Ganhará Companhia destacada da Polícia Militar a partir de Janeiro.

Fora da lista de locais contemplados com Unidades de Polícia Pacificadoras (UPPs), a Baixada Fluminense e São Gonçalo passaram os últimos cinco anos unidos no mesmo clamor: um pedido de socorro às autoridades pelo fim da violência. Para quem mora nestas regiões, a percepção é a mesma: a criminalidade aumentou à medida em que favelas do Rio foram sendo pacificadas. Mas, a partir de janeiro, a reivindicação dessa população começa a ser atendida com a implantação de cinco Companhias Destacadas nestas regiões. Uma medida tomada pela Polícia Militar para tentar reduzir os crimes e levar mais tranquilidade às cidades.
As unidades na Baixada e em São Gonçalo serão instaladas simultaneamente à inauguração de duas destas companhias em Niterói, no Fonseca e em Pendotiba.

A PM fez um estudo para verificar em quais cidades da Baixada havia altos índices de violência e a necessidade de criação de um organismo que fosse uma alternativa à falta de UPPs. Nova Iguaçu, São João de Meriti, Duque de Caxias e Belford Roxo foram as escolhidas para o projeto, que foi aprovado pelo secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame.
Juntos, os quatro municípios somaram, somente no mês de agosto, 1.406 assaltos a pedestres, média de 46 casos por dia. Outro índice preocupante foi o de roubos a veículos, com 843 registros, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP). Já São Gonçalo teve 472 roubos a pedestres e 32 homicídios no mesmo período.

Cada companhia terá efetivo de mais de cem policiais, subordinados aos batalhões de área, para fazer patrulhamento a pé e com viaturas nos bairros e comunidades com maiores índices de violência. Os locais serão divulgados semana que vem. Duque de Caxias ganhou a sua primeira unidade em agosto, instalada no Complexo da Mangueirinha, com 180 militares.

Na Zona Oeste, revista nos ônibus
Na época do Natal, quando os índices de roubos e furtos sobem, as viagens de ônibus ficarão mais tranquilas para passageiros da Zona Oeste, diz a PM. Dentro de 15 dias, entra em ação o Grupamento de Policiamento Transportado em Ônibus Urbano (GPTOU). Trata-se de grupo formado por 30 agentes, que fazem revistas durante todo o dia em coletivos comuns, de diversas linhas, principalmente em Jacarepaguá, onde foram registrados 123 roubos de janeiro a agosto.
Já na Barra da Tijuca, o patrulhamento nas ruas vai ser reforçado por frota de 40 motos no 31º BPM (Recreio). Há cerca de três meses, o batalhão fazia policiamento experimental com duplas de policiais em oito motocicletas, o que ajudou na redução de roubos. Ontem, os veículos foram enviados à unidade para começarem a circular amanhã. As rotas serão definidas e alteradas diariamente pelo comando do batalhão, de acordo com as incidências criminais registradas no bairro.

Fonte: Jornal O dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário