quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Museu da Vida leva projeto Ciência Móvel a Belford Roxo.

O projeto Ciência Móvel - Vida e Saúde para Todos faz temporada até sexta-feira, na Baixada Fluminense. Em Belford Roxo, o museu itinerante de ciências apresenta suas atrações interativas, e gratuitas, desenvolvidas pelo Museu da Vida (Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz). Levados a bordo de um caminhão, os módulos ajudam a despertar o interesse pela ciência de modo divertido e lúdico.

Nesta viagem, o público pode conhecer atividades, como o girotec, a bicicleta geradora, a pilha humana, o jogo das vacinas e a exposição "Mini Darwin", sobre uma expedição de crianças às Ilhas Galápagos que leva o visitante a redescobrir a teoria de Charles Darwin para a evolução das espécies por seleção natural. A abertura foi nesta quarta-feira, 5, no CIEP Constantino Reis.

O projeto tem como finalidade promover a divulgação científica e da saúde, buscando aproximar a ciência do cotidiano dos visitantes. Para isso, explora temas como a vida e sua diversidade, a promoção da saúde e a intervenção do homem sobre a vida e o ambiente. O Ciência Móvel já visitou 76 cidades desde sua criação há oito anos. Em 120 viagens pela região Sudeste do país, beneficiou um público estimado de 640 mil pessoas.

Fundado em abril de 1990, o município de Belford Roxo fica a 19,5 quilômetros da capital fluminense. A cidade possui quase 470 mil habitantes, segundo o IBGE.

O projeto Ciência Móvel - Vida e Saúde para Todos é aprovado pela Lei Rouanet (Ministério da Cultura) e conta com as parcerias da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj) e de Bio-Manguinhos e o patrocínio da Sanofi e IBM, além do apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), agência do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).


Fonte: JB
Foto: M Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário