quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Pastor publica vídeo relatando sua indignação pelo fechamento do hospital municipal de Belford Roxo e prefeito Dennis Dauttmam esclarece o fato.

Após o pastor Rodrigo Moura, postar um vídeo relatando sua indignação referente ao fechamento do Hospital Municipal de Belford Roxo (Joca), o Prefeito Dennis Dauttmam em resposta, publica um outro vídeo  esclarecendo sobre o fechamento do Hospital e amite uma nota em rede social referente ao fato

Veja os vídeos



Nota de Esclarecimento sobre Fechamento do Hospital do Joca.
Em resposta a uma denúncia publicada em redes sociais a respeito do fechamento do Hospital Jorge Júlio Costa dos Santos, conhecido como Hospital do Joca, a Prefeitura Municipal de Belford Roxo esclarece que a denúncia é uma inverdade.


Como vem sendo noticiado ao longo das últimas semanas em diversos jornais e mídias, a unidade está passando por uma reestruturação interna com objetivo de melhorar o atendimento à população. Não são obras, mas, sim uma reformulação que compreende a infraestrutura da unidade (salas, leitos, corredores, setor administrativo e recepção), e também, o corpo médico, a parte de equipamentos e alguns procedimentos.


A unidade não está fechada, entretanto, só está realizando o pronto atendimento de emergência para pacientes de risco. Os demais casos estão sendo encaminhados diretamente para a UPA do Bom Pastor e para a Unidade Mista do Lote XV, que tiveram suas equipes médicas reforçadas com pediatras, ortopedistas, clínicos e cirurgiões para atender a toda a demanda. Além disso, enquanto o hospital do Joca estiver funcionando com a capacidade reduzida, os pacientes de risco acolhidos em sua emergência serão atendidos e encaminhados para uma sala de estabilização até poderem ser transferidos para a UPA do Bom Pastor ou para a Unidade Mista do Lote XV. Este esquema especial será mantido pelos próximos dias, inclusive durante o período de carnaval.

Em seguida, com a reformulação pronta, o Joca retornará suas atividades normais oferecendo uma melhor estrutura de atendimento para população. Cabe destacar, que o Hospital do Joca não será privatizado. A Prefeitura apenas contratou uma empresa para gerenciar o funcionamento da unidade, que continuará sendo mantida pela administração municipal. A medida visa garantir o funcionamento pleno do hospital e o cumprimento total da carga de trabalho de médicos e funcionários, assegurando assim, a devida atenção à que precisa de atendimento.

A prefeitura da cidade ressalta ainda que todos os órgãos competentes de saúde – Cremerj, Corem, Secretaria Estadual de Saúde, Corpo de Bombeiros, Conselho Municipal de Saúde -, além das Secretarias de Saúde das cidades vizinhas e da Câmara Municipal, foram informadas sobre as alterações temporárias.

Um comentário:

  1. Trabalhei 5 anos e 5 meses na UPA do Bom Pastor.Fui demitido a 3 semanas,e sabe como fui informado sobre minha demissão?Através de SMS, isso mesmo mensagem de texto.E sabe qual foi a alegação da diretora da unidade pra saída de pelo menos 150 funcionários demitidos: o prefeito precisa enxugar a folha de pagamento em pelo menos 1,5 milhões.Então demitiu só esse quantitativo na UPA fora os profissionais do hospital Joca e do Lote XV.É senhor prefeito cujo o slogan de campanha é "O prefeito do trabalho".Mas fomos mandados embora sem direito a nada e nunca recebi 13° salário e sequer tirei férias.Fui desviado de função por duas vezes para ajudar a unidade e sem esperar sou demitido e me falaram caso tivesse um padrinho que eu falasse com ele para tentar me manter na prefeitura.Estou recorrendo na justiça os meus direitos negados.

    ResponderExcluir