domingo, 9 de agosto de 2015

Abandono em Belford Roxo: aqui deveria haver uma creche.



O sonho dos moradores de Nova Piam, em Belford Roxo, de terem uma creche pública não saiu do papel. Ou melhor, das pilastras. Há cinco anos, a prefeitura, ainda sob a gestão de Alcindes Rolim, e o governo federal anunciaram a construção de uma unidade escolar de Educação Infantil na Praça dos Peixinhos, na esquina da Avenida Bob Kennedy com Ângela Martins, mas passou-se o tempo, trocou-se o prefeito —Dennis Dauttmam assumiu— e, o abandono continua o mesmo. No local, restam apenas algumas colunas em concreto, muito lixo e um campo de futebol em estado precário.
O espaço foi cercado por tapumes e funcionários trabalharam no local “por alguns dias”, segundo os moradores. A placa de obra, que assim como os tapumes, foi retirada há pouco mais de um ano, indicava o investimento de R$ 495,285,45 oriundo de um convênio entre a prefeitura de Belford Roxo com o Ministério da Educação. O início da obra estava previsto para 19 de março de 2010 e a conclusão para seis meses depois. Quase cinco anos se passaram, e, não há sequer promessa de que a creche será feita.
Sem perspectivas, Ana Carolina Pimentel, de 18 anos, não tem alternativa a não ser deixar a filha Ana Alice, de quatro meses com a mãe ou a avó para procurar emprego. “Era uma praça cheia de brinquedos. Cercaram tudo para o quê? Nada. Minha filha poderia está aqui hoje”, diz.

O mesmo drama passa a comerciante Liliane Rocha, de 33 anos, moradora de São Bernardo. De segunda-feira a sábado ela leva a filha Marcela da Silva, de dois anos, para o trabalho na casa de uma família de Nova Piam. “A obra saiu no diário oficial da prefeitura, consta como pronta, mas só deixaram buracos. Ia ajudar os moradores que trabalham e precisam ter um local para colocar o filho”, lamentou.

Nada de creche e nem praça. Apesar disso, uma placa da prefeitura indica que o espaço destinado para a construção da creche é área de lazer aos sábados, domingos e feriados. “Que lazer? Sempre fomos abandonados. Sou igual a São Tomé só acredito vendo”, ironizou o moradorMarinuzi Gomes, de 73, um dos mais antigos da região.


FNDE depositou R$700 mil

A prefeitura de Belford Roxo informou que o investimento inicial foi com recursos próprios, mas não especificou o valor. Disse ainda que não chegou a receber repasses federais e que há projetos de revitalização previsto para a Praça dos Peixinhos, mas sem previsão. Já o ex-prefeito Alcides Rolim afirmou que o convênio foi cancelado ainda na gestão da ex-prefeita Maria Lúcia (2005 a 2008), que morreu em junho de 2012, vítima de um infarto. Segundo Rolim, o governo federal não depositou os recursos aditivos necessários para a construção da creche. “Chegamos a abrir licitação, mas nenhuma empresa se interessou pelo serviço”, disse.

Mas, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) informou que transferiu R$ 700 mil aos cofres da prefeitura. O órgão disse que a contratação da construtora e a gestão das obras eram responsabilidade da prefeitura, “como não cumpriu, deve devolver os recursos repassados ao governo federal”.

Fonte: O dia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário